segunda-feira, 27 de abril de 2015

Panados de peru com sementes

Quem disse que os diabéticos não podem comer panados? Podem sim! Não podem comer os panados tradicionais, com farinha e pão ralado, mas podem comer uma alternativa bem saborosa e muito saudável, com baixo índice glicémico. É só substituir a farinha por sementes trituradas, acrescentar alguns temperos (uma combinação de manjericão, oregãos secos e pimentão doce, ou um toque mais exótico com um pouco de caril e coentros moídos, por exemplo) e levar ao forno em vez de fritar.

Na versão que hoje vos trago, usei coentros frescos, alho em pó e oregãos e ficaram deliciosos!



Ingredientes:


4 bifes de peru
Sumo de 1 limão
3 dentes de alho
4 colheres de sopa de sementes de linhaça
4 colheres de sopa de sementes de sésamo
2 colheres de chá de sementes de chia
2 colheres de sopa de coentros frescos picados finamente
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de chá de oregãos secos
1 ovo
2 colheres de sopa de leite de soja
Flor de sal
Pimenta


Cortar os bifes de peru ao meio. Regar com o sumo de limão e temperar com flor de sal e pimenta. Salpicar com alho picado e reservar durante pelo menos 30 minutos.

Num prato de sopa, bater o ovo com o leite de soja.

Triturar as sementes de linhaça e de sésamo até obter farinha. Colocar num prato de sopa e misturar as sementes de chia, os coentros, o alho em pó e os oregãos. Temperar com flor de sal e pimenta. Misturar bem.

Passar cada pedaço de carne no ovo e depois na mistura de sementes. Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.

Levar ao forno a 200º durante 20 minutos.

domingo, 26 de abril de 2015

Biscoitos de amêndoa e abóbora

Vi esta receita no Very Culinary e resolvi experimentar, até porque tinha aqui um frasco de doce de abóbora que era uma pena deixar estragar. Fiz algumas adaptações à receita original e ficaram uns biscoitos bem gulosos!




Ingredientes:

100 g de miolo de amêndoa torrado sem pele
245 g de farinha de trigo
100 g de açúcar amarelo
100 ml de óleo de girassol
1 colher de sopa de essência de baunilha
1 pitada de sal fino
1 frasco pequeno de doce de abóbora com canela



Triturar a amêndoa até ficar em farinha. Juntar a amêndoa, a farinha, o açúcar e o sal.

Adicionar o óleo e a essência de baunilha e mexer com uma colher de pau até ligar.

Fazer bolinhas com as mãos, cujo centro se achata com um dedo. Neste buraco, colocar uma pequena porção de doce de abóbora.

Levar ao forno a 180º durante 15 minutos.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Bolachas de figo e limão

Estas bolachas são pensadas para a dieta diabética. São excelentes para acompanhar a fruta, porque têm muitas fibras e pouco açúcar, e ao mesmo tempo são deliciosas.

Para quem gosta de bolachas mais doces, pode acrescentar açúcar ou adoçante.







Ingredientes:


75 g de figos secos
50 g de passas
300 g de farinha de trigo integral
50 g de farinha de trigo branca
30 g de amido de milho
1 colher de chá de fermento
Raspa de um limão grande
150 ml de azeite
100 ml de vinagre de sidra
1 colher de sopa de stevia


Demolhar os figos e as passas em água a ferver durante alguns minutos.

Escorrer e juntá-las ao liquidificador, adicionando também o azeite e o vinagre. Triturar bem.

Numa taça, juntar as farinhas, o fermento, a stevia e a raspa do limão. Misturar com uma colher de pau.

Juntar a mistura do liquidificador. Começar por envolver com a colher de pau e depois amassar com as mãos, até obter uma mistura homogénea.

Moldar pequenas bolinhas que se colocam em tabuleiros forrados com papel vegetal.

Espalmar com um garfo. Levar ao forno a 200º durante 20 minutos ou até ficarem douradas.




domingo, 12 de abril de 2015

Bolachas de laranja sem glúten

Mais um desafio Vamos Fazer Bolachas, lançado pelo Cravo e Canela, que este mês nos propõe bolachas sem glúten.

Não resisto a um bom desafio, portanto resolvi fazer bolachas sem lactose, sem glúten e sem açúcar adicionado! Resultou muito bem, ficam umas bolachas deliciosas, excelentes para acompanhar a fruta do lanche.




Ingredientes:

2 laranjas
2 maçãs
1 ovo
2 colheres de sopa de azeite
140 g de farinha de grão
115 g de fécula de batata
80g de farinha de mandioca
1 colher de sopa de stevia
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de vinagre



Numa taça, juntar as farinhas, o fermento, a raspa das duas laranjas e a stevia.

Cozer as maçãs no microondas. Colocar as maçãs cozidas, o sumo das laranjas, o ovo, o vinagre e o azeite no liquidificador e triturar até obter um creme homogéneo.

Juntar o creme à mistura das farinhas e mexer com uma colher de pau.

Levar ao frigorífico durante 3 horas, tapado com película aderente.

Colocar bolinhas de massa em tabuleiros forrados com papel vegetal e achatar ligeiramente com as costas de uma colher.

Levar ao forno a 200º durante 15 minutos, até começarem a dourar.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Coelho com mostarda

Um clássico da culinária francesa reinventado, este lapin à la moutarde não deixa nada a desejar à receita original! Eliminando a manteiga e substituindo a nata por "nata" de arroz, a carne fica na mesma deliciosa e o molho é de lamber os dedos.





Ingredientes:

1 coelho partido aos pedaços
6 colheres de sopa de mostarda à antiga
1/2 copo de vinho branco
3 hastes de tomilho fresco
200 ml de "nata" de arroz
Sal
Pimenta
Azeite


Reservar uma colher de sopa de mostarda. Juntar o restante ao coelho.

Temperar com sal e pimenta e regar com um fio de azeite. Com as mãos, barrar bem a carne com esta mistura.

Salpicar com o tomilho fresco. Regar com o vinho branco.

Levar ao forno a 210º durante 1 hora, virando a meio da cozedura. Aproveitar o forno para assar umas batatinhas novas.

Retirar os pedaços de carne para uma travessa de servir, mantendo quente. Acrescentar à assadeira a mostarda que se reservou e a "nata" de arroz. Levar a lume brando, limpando o fundo da assadeira com uma espátula, durante 2 ou 3 minutos, até o molho engrossar.

Regar o coelho com o molho e servir com as batatas e uma salada.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Bolo de cacau com pera

Estava a apetecer-me um bolinho, mas queria fazer algo com pouco açúcar e poucos hidratos de carbono. Acabei por usar o que tinha em casa para confecionar este bolo vegan, sem açúcar nem gordura adicionados, que fica pouco doce mas muito saboroso.

Por ter baixo índice glicémico, é adaptado a diabéticos.




Ingredientes:

115 g de miolo de amêndoa torrada
105 g de farinha de trigo integral
40 g de cacau magro em pó
3 peras-rocha maduras
250 ml de leite de soja
2 colheres de sopa de stevia
1/2 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de vinagre de sidra


Descascar as peras. Cortar uma delas em cubinhos. As outras duas, cozer no microondas.

Colocar no liquidificador as peras cozidas, o leite de soja e o vinagre. Triturar.

Triturar a amêndoa até obter farinha.

Juntar a amêndoa triturada com a farinha, o cacau, o fermento, o bicarbonato e a stevia. Adicionar a pêra cortada em cubos e misturar com uma colher de pau.

Juntar a mistura do liquidificador. Misturar bem com a colher de pau.

Verter numa forma de bolo inglês e levar ao forno a 180º durante 30 minutos.

sábado, 4 de abril de 2015

Papilotes de peixe-espada com ervilhas

O peixe em papilotes resulta sempre muito bem. Estes filetes de peixe-espada, acompanhados com ervilhas cariladas, fazem-se num instante e fazem um almoço muito saboroso.






Ingredientes:


250 g de filetes de peixe-espada
135 g de ervilhas (frescas ou congeladas)
1 cebola pequena
1 noz de gengibre pequena
2 colheres de sopa de nata de soja
1/2 colher de chá de pó de caril
Sumo de meio limão
1 colher de sopa de coentros picados
Flor de sal
Pimenta preta
Azeite


Regar os filetes com o sumo de limão e temperar com sal e pimenta.

Cozer as ervilhas em água com sal.

Refogar a cebola picada e o gengibre ralado num fio de azeite. Quando estiver transparente, adicionar as ervilhas cozidas. Cozinhar 2 minutos.

Juntar o caril e a nata de soja e deixar cozinhar mais 1 minuto.

Retirar do lume, temperar com sal.

Cortar dois retângulos de papel vegetal. Colocar no centro de um deles metade dos filetes. Temperar com flor de sal. Repetir para os restantes filetes. Regar com a marinada.

Por cima, distribuir as ervilhas. Salpicar com coentros picados.

Fechar os papilotes. Levar ao forno a 200º durante 20 - 25 minutos.

Servir com arroz e salada. No caso dos diabéticos, o acompanhamento deve ser apenas uma dose de hidratos de carbono (o equivalente a duas colheres de sopa de arroz), visto que as ervilhas já têm glúcidos na sua composição.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...