sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Borscht

Antes que os puristas se virem contra mim, devo dizer que esta é a minha receita de borscht, ou a minha interpretação dessa sopa deliciosa, tradicional dos países da Europa de leste. Originalmente, esta é uma sopa de carne e beterraba, mas a minha é vegetariana. Digamos que é uma variação sobre o tema.

Não sou a única que o faço; o restaurante vegetariano Bio, em Lisboa, serve um borscht de comer e chorar por mais. Foi numa visita a esse restaurante em que comi essa sopa que me lembrei que poderia fazê-la em casa.

Tudo se encontra na internet e bastou uma pesquisa para encontrar imensas receitas. Tirando uma coisa daqui e outra dali, e usando o que tinha em casa, fabriquei mais esta receita de beterraba.





Ingredientes:

3 beterrabas
1 nabo grande
1 cebola grande
3 cenouras
1/2 couve coração
3 talos de aipo com folhas
1 1/2 cubos de caldo de legumes
1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto
1 colher de chá bem cheia de sal grosso
1/2 colher de chá de açúcar
Endro ou rama de funcho
Sal
Pimenta


Picar a cebola e o aipo. Cortar em juliana a couve, a beterraba, a cenoura e o nabo. Levar a cozer numa panela com bastante água e os cubos de caldo de legumes.

Quando os legumes estiverem bem cozidos, retirar do lume e acrescentar o sal, a pimenta, o açúcar, o vinagre e o endro. Deve sentir-se a acidez do vinagre; mas pode levar-se mais dois minutos ao lume, se ficar demasiado ácido para o gosto.


4 comentários:

  1. Que maravilha! adoro beterraba e comi desta sopa na Estónia, e agora estava a pesquisar para o desafio e vi que fizeste. Eu comi sem carne na Estónia, por isso não tem que ter necessariamente carne.

    http://amarmitalisboeta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah que bom! Quer dizer que não cometi nenhuma heresia! :-) Fico contente em saber que estás a pesquisar, estou muito curiosa por saber o que vais trazer! :-)

      Eliminar
  2. Ah, uma coisa gira da Estónia é que eles têm os menus com símbolos a dizer o que é gluten-free, vegetariano e local. Se calhar também terão sem lactose.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que giro Ana! Gostava de conhecer o país.

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelos comentários!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...